Recentemente muitas pessoas aderiram a Telexfree e hoje a justiça do Acre determinou que o Banco Central do Brasil (BACEN) torna-se indisponível todas as contas bancárias existentes, aplicações financeiras e bens depositados ou custodia  da TelexFREE e de seus administradores.

De acordo com as investigações, a Telexfree, que alega ser uma empresa de marketing multinível, na verdade é um golpe conhecido como pirâmide financeira, o qual, por ser insustentável e causar prejuízos a muitas pessoas, é ilegal. Pelo método adotado, para se cadastrar, os pretensos divulgadores precisam investir para garantir a adesão. Cada novo membro compra um ‘pacote’ que remunera os membros que estão acima na cadeia.

A empresa de marketing multinível está proibida de fazer novos cadastros de divulgadores e de efetuar pagamentos aos divulgadores já cadastrados. A multa por descumprimento é de R$ 100 mil por cada novo cadastro ou pagamento.

A Telexfree será obrigada a exibir em seu site, por meio de pop-up um cartaz informando seus divulgadores sobre o conteúdo da liminar, sob pena de R$ 500 mil por dia caso não cumpra o estabelecido.